domingo, 3 de julho de 2011

Junho

Igreja na Dorset St.
e mais uma igreja...
Iveagh Gardens - em obras... não deu pra ver muito
esse parque é meio escondido, mas fica perto do Stephen's Green

Teve ópera no Stephen's Green


video
E continua valendo a promoção "Assista meus vídeos e ganhe uma tontura inteiramente grátis"

video


teve janta de despedida pro Isael - "arroz de forno foi a comida que essa casa mais viu..."

Museu da Arte Moderna - Igreja e jardim



Kilmainham Jail

Eu sabia que a famosa Kilmainham Jail ficava perto de um museu. E, pela explicação que me deram achei que fosse atrás do Museu Nacional da Irlanda, que fica na linha do Luas. Beleza! Caminhei com a Ellem até lá e encontramos uma prisão atrás do Museu. Só não víamos a entrada, a fila de turistas e toda badalação que envolve os lugares turísticos. Comentei com a Ellen "tivemos sorte, viemos em um dia de poucos turistas, somos as únicas".
Como não achávamos o guichê para comprar as entradas, fui pedir explicação para um homem do outro lado da rua. Disse que queria muito conhecer a cadeia e se ele sabia como poderíamos entrar. Ele riu e sugeriu que roubássemos um carro. Achei a piada fraquinha e perguntei se a entrada ficava do outro lado da quadra. Uma mulher que ouviu a conversa veio nos acudir, quase às gargalhadas. Eu tava tentando entrar no Arbour Hill Prison, um presídio em funcionamento, onde só entram condenados e seus visitantes. O que não era nosso caso, né Ellen? Aproveitamos que estávamos ali para visitar, incentivadas por essa irlandesa, o cemitério Arbour Hill e o memorial feito para um grupo de pessoas que lutou pela indepêndencia da Irlanda.
Finalmente na Kilmainham Jail, pagamos um ingresso de €2 para estudantes e nos unimos a um grupo (enorme) para 20 minutos de passeio guiado pelos corredores e celas. 

A Kilmainham Jail foi o endereço de muitos presos políticos antes da morte por enforcamento. Justo que a bandeira pela qual lutaram fique na entrada

Cela da parte mais antiga. O buraco menor na porta era para a vistoria dos guardas. O maior para a vela que carregavam iluminar o local. Aqui os prisioneiros não eram separados por delito, sexo ou idade. Dividiam o mesmo espaço homens, mulheres e crianças, que eram presas tanto por praticar furtos quanto porque os pais estavam na cadeia.

Durante o período da "grande fome", quando os campos não produziam alimentos suficientes e muitos irlandeses morreram, era comum as pessoas fazerem de tudo para ir para a cadeia, onde a alimentação era garantida. Foi um período de celas super lotadas e proliferação de doenças

A parte mais nova tem arquitetura bem diferente, com um sistema que facilita a vigilância. Muito tempo depois de desativada e aberta à visitação, foi cenário de filmes como "Em nome do pai", com Daniel Day-Lewis. O Bono também já andou correndo pelos corredores das alas superiores, no clipe da música "A Celebration"


Tem uma igreja dentro da prisão. E esse teto aí significa a "luz divina" inundando a vida dos condenados. A fé católica tá por todo lado

Mais uma marca da Igreja Católica - balança no meio da prisão lembrando que dor e prazer têm o mesmo peso 

Eu e a Ellen nem percebemos, mas a Rapunzel tava no nosso grupo de visitação...
Como em toda prisão, tem algumas histórias de fuga da Kilmainham. A melhor é dos prisioneiros que fugiram saindo pela porta da frente


Um comentário:

  1. Depois de achar a fachada do "estúdio" prisão na frente do teu condomínio, fica claro que tu tem uma quedinha por prisões... hahahahahaha....
    bem legal as fotos... só não vai roubar um carro... =P

    ResponderExcluir